2010-06-13


Retrato


deslumbramento
é a palavra

perante esse olhar
essa boca
essa energia poderosa
carinhosa
que irrompe desse corpo
deslumbramento
é a única palavra
surgindo destes lábios

desço o olhar por esses cabelos
mais loiros do que o trigo
na mais viçosa e acarinhada seara
e encontro a elegância única
das tuas mãos

os lábios movem-se

que dirá essa boca

talvez
mar
tumulto
inquietação


olho o teu rosto
a tua cabeça
a tua face
quanta luz
quanta beleza serena
nem os vales mais férteis
repousando nos dias cálidos
são tão belos

é luxo o teu sorriso
é belo ver-te sorrir
acalma o mundo
de quem vê

como será a tua voz

música rara
estimulando a fala


falemos








Betty Martins

5 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  2. Poema com a beleza da sensibilidade de uma declaração de Amor.
    Gostei deste sentir... ficou-me a dúvida... Poema e pintura de Betty Martins? Ou só a pintura?

    Bj e bom fim de semana

    ResponderEliminar
  3. Bonito, este poema! Se foi dirigido a alguém, esse alguém deve ter ficado, sensibilizada, talvez até comovida, com tanta doçura. E sim..., falem!

    Abraço Jota!

    ResponderEliminar
  4. Querido amigo,

    que delícia o prazer de ler este belo poema.

    "é luxo o teu sorriso
    é belo ver-te sorrir
    acalma o mundo
    de quem vê"

    Para que falar após estes versos? Eles nos invadem de tal forma que um sorriso feliz e sereno tudo diz

    Carinhoso beijo

    ResponderEliminar