2010-03-17

prece


sol
ó sol
vem antes que o meu corpo finde
as minhas palavras fiquem sem fala
vem sol
antes que o cinismo e a ganância
nos vença
está aqui esta relva à tua espera
eu e os convivas trouxemos uma merenda
só faltas tu
como podemos merendar sem ti sol
vem
vem mansinho
estamos algo fracos
mas vem
não esqueças
traz contigo a aurora
essa luz que tudo anima
vem
não demores















foto VM

11 comentários:

  1. ._________querido Jota



    pois o sol______está a falhar:)

    ...


    mas quanto ao poema! nada falhou
    está "cá" tudo


    .amei:)





    _____________///








    beijO______ternO
    bFsemana

    ResponderEliminar
  2. Mesmo que não vejamos o Sol ,
    há O que os poetas nos oferecem .

    Lindíssimo !

    Um beijo ,

    Maria

    ResponderEliminar
  3. .

    . antes ascese . da e na mais ampla contemplação solar . estrela mayor .

    .

    . bel.íssimo . curvo.me e saio .

    .

    . rendido .

    .

    . deixo um abraço . [também de boas.vindas] .

    .

    . paulo .

    .

    ResponderEliminar
  4. Adorei o teu poema, Jota!

    Mil parabéns...

    Também tenho achado o máximo a tua selecção de fotos para o cabeçalho do blogue.

    Bom fim-de-semana (mesmo sem o solzinho).

    Um abraço.

    ResponderEliminar
  5. Obrigada por ter visitado o meu blogue
    http://intemporal-pippas.blogspot.com
    e ter deixado comentário.Não conhecia o
    seu mas estou aqui com vontade de voltar.
    Confesso que me surpreendeu agradavelmente a
    fotografia do cabeçalho.
    Escrevia Juan. Gelman, o grande poeta argentino,
    Prémio Cervantes 2007: "Aí está a poesia.De pé
    contra a morte", porque a poesia salva.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  6. Venha então o sol, a Primavera o chama!
    Sem esse sol ela não será a mesma!
    (nem nós!)

    Abraço

    ResponderEliminar
  7. Amigo,

    o belo poema clama o sol e uma súplica de esperança: calor, ânimo, vida. Que seja o astro sol ou o que ele representa para a vida de cada um, desejo que ele venha logo, seja constante e traga para você a luz da aurora.


    Carinhoso beijo.

    ResponderEliminar
  8. .________querido Jota



    deixo

    de.mansinho



    um_____________:)



    .e




    .o.meu





    beijO______ternO

    ResponderEliminar
  9. Tenha o sol a conotação que cada um lhe queira dar, julgo que ele aqui é a essência da prece, a arma que possa derrotar “o cinismo e a ganância”, como duas verrugas grandes e fortes que, eventualmente, possam vir a manchar o que cada um construiu de belo dentro de si e, provavelmente, a fraquejar.
    Eu não fraquejo, mas rendo-me à beleza deste teu poema e à imagem colocada na parte superior do teu blogue.
    Um beijo
    (Também escrevi há pouco uma prece, há-de aparecer por lá. Contacto-te dentro em breve).

    ResponderEliminar
  10. Amigo Jota, no meio de flores coloridas como os ovinhos desta época venho desjar-te uma PÁSCOA FELIZ!!!
    Beijo

    ResponderEliminar
  11. Olá, Jota. Venho no meu passo lento dizer-te que fiquei muito feliz com as tuas palavras no meu cantinho. Muito obrigada.

    E mesmo com o sol tímido e os dias cinzentões, desejo-te uma Páscoa muito colorida.

    Beijinho,
    Isabel

    ResponderEliminar