2009-03-13

Vitorino - "Queda do império"

16 comentários:

  1. 1)Excelente escolha a deste alentejano de raça e desta soberba composição musical.

    2)Li com muita atenção e reflexão o comentário que deixaste no meu blogue, o qual agradeço. Esta partilha é muito boa.
    Acho que, nesta sequência, é oportuno transcrever o que deixei no blogue Artista Maldito.

    "felizmente muita coisa mudou, mas os dias de hoje ainda farão parte da história da MULHER, porque muita coisa há ainda a fazer neste campo, não acha? Enquanto se comemorar o Dia da Mulher para sensibilizar olhares para atitudes mais dignas da mesma enquanto ser humano, outras lutas e caminhos se têm ainda que percorrer. O mundo ainda não aprendeu quem é a Mulher (sobretudo em países que todos sabemos) e os historiadores ainda terão muito que contar nas "páginas da humanidade".

    3) Atrasei-me, porque também queria e quero passar-te os dois selos(Cristal e Carmim) que estão à tua espera, com carinho, na lapela do meu blogue.

    Um beijinho e bom fim de semana

    MV

    ResponderEliminar
  2. Olá Jota

    Esta é a canção do Vitorino que eu mais gosto, é linda a letra, é linda a música, a voz, tudo. Mais do que ser linda, é como a Marta diz, soberba.

    Vou indo que a tarde espera-me.
    Beijinho
    Isabel

    ResponderEliminar
  3. Hum..., ele é teatro..., ele é poesia dita..., ele é música..., hum..., não vejo o teu e-mail, poemar-te. LOLOL - para te rires um bocadinho!!! E porque hoje é sexta-feira e eu estou aqui e estou a ir embora para a minha santa terrinha (casinha) à beira-mal plantada.

    Ciau.
    Bom fim-de-semana.

    ResponderEliminar
  4. Do Vitorino, é do que mais gosto! Bom fim-de-semana!

    ResponderEliminar
  5. Jota

    Claro que deves ir buscar, por isso é que te passei os miminhos. O teu blogue merece.

    Beijinho

    MV

    ResponderEliminar
  6. Isto é azar, agora o comentário foi-se.

    Olá Jota

    Primeiro vim aqui e fui-me embora convencida que tinha escrito o comentário, depois escrevi um relambório e sumiu.

    Jota aproveita o tempo que tiveres livre para gozares este sol.

    E dizes bem, os jardins andam ao abandono e as pessoas enfiam-se nos centros comerciais.
    É uma tristeza. Abatem árvores a torto e a direito, plantam pedra, os canteiros e os lagos cheios de lixo, é um desleixo que faz vergonha.

    Fica bem e cuida-te.
    Beijinhos
    Isabel

    ResponderEliminar
  7. Jota, és um maroto. Eu escrevi que era para tu te rires..., e era. Porque às vezes dá-me a sensação de andares um bocado macambúzio. Claro que não tenho a certeza, mas que parece...,parece.

    Descontrai.
    Abraço.

    ResponderEliminar
  8. ._______querido Jota




    gosto.GOSTO!_____gosto muito de Vitorino


    toda a obra dele para mim____é um tesouro!






    ________///





    beijO____ternO
    bFsemana

    ResponderEliminar
  9. Olá! :)

    Obrigada pelo Vitorino com esta música tão bela! Transmite muita da serenidade que precisamos (também eu sobrecarregada de trabalho... por vezes, parece uma história interminável!).

    Agradeço também o comentário reflexivo com óptimas citações. E entendo o que dizes sobre o termos tão pouco tempo para ler aquilo de que mais gostamos. Logo eu, nunca li "A Cartomante" mas tenho que tratar disso. Sinto-o como inadmissível para mim própria!

    Obrigada pela referência. Espero que o resto do fim-de-semana ainda te possibilite algum lazer... :)

    ResponderEliminar
  10. Jota, quero ser a primeira a oferecer-te os selos (prémios) que recebi da "ematejoca azul"-Teresa.
    Não tem que enganar. Vai lá e pega, tá?

    Jota, "faca nas escostas" é muito forte. Olha, vou escrever uma coisa meio estúpida que se costuma dizer: Tudo tem (praticamente) solução, menos a morte.
    Que horror, nem acredito que escrevi isto.

    Beijo, Jota. "Calmex"

    ResponderEliminar
  11. Poemar-te..., poemar-te..., o que andas tu a fazer pelo Campo Grande?
    Se subires a Av. EUA para o lado de Alvalade e entrares numa rua perpendicular à Av. de Roma :) encontrarás a casa onde vivi com os meus pais até aos 21 anos. De lá saí para me casar e ser muito feliz com o meu príncipe encantado!

    BELAS MEMÓRIAS!!!

    ResponderEliminar
  12. Olá Jota

    Vinha oferecer-te selos, mas a Fátima já se adiantou. Vou pregar para outra freguesia.

    Desejo-te um bom início de semana.

    Beijinho
    Isabel

    ResponderEliminar
  13. Eu não conhecia...Um espetáculo! Obrigada por estes momentinhos sublimes! E vou procurar saber mais de Vitorino....Encantada!



    Um beijo

    ResponderEliminar
  14. Olá Jota

    Acertaste, sim. Só que venho agasalhada:)

    Mas já não ficas impressionado com a Julieta!!! O cigarro é que não convinha nada.

    Beijinho
    Isabel

    ResponderEliminar
  15. Um dos meus cantores favoritos.
    O senhor é que desapareceu de cena, pelo menos no meu blog.
    Acho que está tudo muito bonito, com uma grande frecura primaveril
    Abraço
    Isabel

    ResponderEliminar
  16. Bom Dia Jota

    Muito obrigada pelo comentário que me deixaste, vieste dar uma achega muito oportuna. Para mim é gratificante.

    Não te stresses demais na escola. A vida é curta, vai com calma.

    Beijinho
    Isabel

    ResponderEliminar