2009-03-04

Poética, na minha voz. Nova gravação.

Get this widget | Track details | eSnips Social DNA



Gravei outra vez. Talvez esteja tecnicamente melhor, penso eu. As minhas desculpas. Obrigado. Aconselho a desligar o som da bandeira, no lado direito.

12 comentários:

  1. Li primeiro o poema e depois ouvi-te.
    Gostei imenso, a voz dá sempre vida ao poema.
    Abraço.

    ResponderEliminar
  2. Olá Jota. Desta vez ouvi bem.
    Está dito de uma forma um pouco diferente, mas continua muito bom.

    No teu lugar continuava, porque poesia escrita é o que me parece haver mais, aqui, na blogosfera. Poesia dita, não, pelo menos que eu conheça, o que torna estas tuas publicações diferentes e muito interessantes.

    Não, não estou feita com a ministra... :) podes reformar-te à vontade.

    Abraço, Jota.

    ResponderEliminar
  3. Adorei escutar as tuas palavras: poéticas certas :)

    Estou de acordo com a sugestão da Fátima: é excelente poder apreciar a poesia dita, sobretudo pelo próprio autor. Por isso, sinceramente, acho que deves continuar! Será sempre um momento especial.

    O tema do teu poema é dos que mais me interessam e me inquietam. Terreno fértil para a reflexão, e também para a criação. Ou seja, o universo da palavra!

    Parabéns :)

    ResponderEliminar
  4. Olááá!!!

    Infelizmente não pude ouvir... acho que deve ser algum problema aqui na minha carroça (digo, pc).

    Esses dias ganhei um prêmio dardos e repassei para alguns poucos (e bons) e você está entre eles. Como você já tem um, fique com mais esse! rs

    Até mais!!!

    http://artedequem.blogspot.com/2009/03/um-ano-de-vida-e-premio-dardos.html

    ResponderEliminar
  5. Olá Jota

    És um perfeccionista, continua, pois gostamos de te ouvir e sabes que é sincero. E deve ser difícil para ti dizer poesia, sendo a tua própria. Eu atrapalho-me e até fujo quando ouço a minha voz. Imagina com um pequeno sotaque à moda de Viana misturada com a do Porto, mais uns resquícios de Coimbra...Não, não imaginas, nem te rias:)

    Beijinhos
    Isabel

    ResponderEliminar
  6. Olá.


    É muito interessante este exercício:
    - Ler e ouvir o poema à luz do nosso universo.
    - Depois ouvir o poema lido à luz do seu universo.
    - Verificar os ritmos e entoações.
    No fundo há semelhanças e diferenças, as cores que cada um de nós transporta. Mas a essência do sentido subjaz idêntica.
    A palavra ao serviço da ideia.

    Um abraço e obrigado pela visita

    ResponderEliminar
  7. Interssante ler e escutar, a palavra certa pela dicção certa
    bom fim de semana

    ResponderEliminar
  8. É uma escolha. Está bonito, mas se me é permitida uma opinião, com franca e honesta dicção, digo-a, só técnica. Nada mais que técnica, e nessa frieza um sem número de impossíveis quentes, límpidos, como a pureza da palavra dirigida, ainda que só e vazia, sem o fulgor da emoção que dela faça rubor ou brasa de uma palavra sentida, onde a técnica é um comprimido de silêncio, à espera da emergência fria do sentimento, que faça da voz trabalho, desapropriação, pano branco como o papel, com linhas tortas em rigor da inteligência. Dar-lhe-ia um abraço. E faria desta leitura a voz passiva de um agradecimento que se quer publicitado, aqui e agora, em momento defunto e murmúrio.

    ResponderEliminar
  9. Até disse umas coisas acertadas, mas este texto não dá para muita emoção. Foi pesna ter ficado anónimo, gosto de vozes dissonantes, mas menos arrogantes, dialogaria um pouco. "momento defunto" (!!!!!???)

    ResponderEliminar
  10. Olá Jota

    Neste Dia Internacional da Mulher desejo-te um bom Domingo.


    beijinho
    Isabel

    ResponderEliminar
  11. Nossa...Como gostei! Ouvi muito bem e adorei imenso o texto. Maravilhoso!!!

    Um beijo

    ResponderEliminar
  12. Melhorou sim, está + natural agora...Valeu a pena teres gravado de novo!

    E qto a abjos, tu tb és um...caído mas erguido plo Amor e jamais ignores o anjos q te dão para voa, qer seja num toque, sorriso, olhar ou palavra...Eles existem, uns + iluminados e pacificados q outros, este de q falo no meu post é um ser iluminado q tive a sorte de conhecer!!!

    Boa madrugada...Abraço :)

    ResponderEliminar