2009-01-21

INTERMEZZO NO HUMOR

Peço desculpa a todos, mas por falta de tempo, interrompo este ciclo. Regressarei. Deixo-vos isto.

Interessantíssima criação. Humor, ironia. Portugal antigo e moderno fundem-se em António Variações. Um caso raro de genialidade, sensibilidade, alegria, aventura e paixão de viver. Não resisti a estas palavras. Não devia.


7 comentários:

  1. Olá Bom Dia

    E que bom intermezzo, sempre admirei o Variações, ou não fosse excêntrico e genuíno.

    As roupas fazem-me lembrar o artista plástico Hundertwasser.

    Um beijinho e bom resto de semana,
    Isabel

    ResponderEliminar
  2. Gosto do António Variações, mas faz-me sempre pensar na "morte", principalmente na morte dos que morrem "antes do seu tempo", independentemente da causa de morte.

    Desculpa lá este comentário macabro, mas é mesmo o que acontece quando ouço cantigas dele, mesmo cantadas por outros.

    ResponderEliminar
  3. Gosto muito do António Variações.
    As músicas e as letras estão muito bem adaptadas à nossa sociedade de ontem hoje e amanhã.
    Apenas lamento a sua partida antes do tempo. Será que ele teve tempo...? Fez música no tempo.

    ResponderEliminar
  4. Olá Jota

    Passo para te desejar um bom fim de semana, bem descansado e proveitoso.

    Beijinho,
    Isabel

    ResponderEliminar
  5. Voltarei para ver tudo melhor!

    Bom fim-de-semana :)

    ResponderEliminar
  6. "poemar-te", estás em cena, não estás? Vê a minha publicação anterior. Influência do A.Variações.
    Mas concordo com o que escreveste no meu palco.

    ResponderEliminar
  7. Olá Jota

    Já sei que andas atrapalhado com as burocracias, mas venho dizer-te olá.

    Um beijinho
    Isabel

    ResponderEliminar